Tudo o que vai deixar saudade Campo Grande, MS

A casa com Miguel

Quero saber qual é o rostinho do bebê recém chegado e também como ele muda, com o passar dos meses. Mas quero mesmo é saber como a família se organiza em torno daquele que acabou de chegar. Se os pais são de primeira viagem, quero saber como as expressões de preocupação de dissolvem, ao longo dos meses, em sorrisos pro novo ser que veio fazer companhia. Quero ver como o colo evolui até não caber mais. Quero saber como os irmãos aprendem a dividir o espaço, a vida, os carinhos e o tempo, que antes era só deles. Quero ver como esse amor se constrói.


Tenho interesse também em ver como a casa acompanha o processo. Quero ver a parede que ganha novas cores a cada novo ciclo. E a planta que cresce e floresce a cada nova estação. Ângulos fechados são muito pequenos pra mim, preciso do entorno. Quero ver o animalzinho de estimação, que também muda e envelhece. Quero ver como o sol bate na janela e ilumina cada fase. Quero ver quantos cabem na cama e no coração, de quem sempre tem espaço pra mais um...


O rostinho e todo o entorno. O bebê, o pai, a mãe, o irmão e a irmã, que mudaram de fase. As cores, as luzes, as folhas, os miados e os latidos. Quero tudo o que cabe no quadro e na regra de terço, pra compor as histórias que guardam as melhores lembranças de todas as fases da vida. Presente para o futuro. É isso o que eu entendo da palavra acompanhamento.


Agora que você já sabe como funciona, quero te mostrar o que guardei pro Miguel e e também pra Manu, pro Bruno e pra Iluska, com 4 meses de Miguel na vida...