Queria ser uma Mosquinha® Campo Grande, MS

Tudo vezes dois

Queria ser uma Mosquinha, só para ver como é a vida, quando se tem tudo vezes dois: duas vezes mais sufoco, duas vezes mais gracinhas, duas vezes mais risadas, duas vezes mais amor, duas vezes mais tudo o que você puder imaginar! 


Queria ser uma Mosquinha foi sobrevoar o território da Mari, do Braulio, do Bento e do Benicio num manhã de carnaval. Você já viu esses queridos por aqui; ano passado fotografamos o primeiro aniversário dessa dupla dinâmicaNos encontramos assim, seis meses depois, para registrar a vida sendo a vida, do jeitinho que ela é. Porque daqui a pouco eles mudam de fase, e tudo deixa de ser como é neste minuto. Daqui uns anos, talvez, a casa já nem seja mais essa ( e será tão bom lembrar como foi viver aqui). Parece que o "todo dia", cansativo e corrido, não passa nunca, mas daqui a pouco tudo isso vai deixar saudade e abrir espaço para muitas novas fases e muitas novas coisas.  Para que tudo isso fique bem guardadinho, ao alcance dos olhos e do coração, pra sempre!


E tanta coisa aconteceu entre o acordar pela manhã e a sonequinha da tarde, pena que nem tudo cabe aqui! Teve café-da-manhã, teve tia querida indo embora e deixando saudade, teve passeio no condomínio com os irmãos de quatro patas, teve piscina, teve macarrão de letrinhas... E claro,  o tempo fechou algumas vezes, nessas coisas de rotina, perfeitamente imperfeitas, em que qualquer semelhança com a vida real nunca terá sido mera coincidência. Real is the new black! rsrsrsrs


Mari, Braulio, Bento e Benicio, mais uma vez, agradecemos de todo coração, por mais essa riqueza! Sobrevoar o território de vocês nos fez ver coisas lindas. Cada detalhe, cada quadro, cada frase, só nos mostra, mais uma vez,  tudo aquilo que já sabíamos sobre vocês: que são excelentes, singulares e fora de série! 


Vamos terminar o post, com a frase de um dos quadros da casa, que só resume tudo isso que vimos: "Quando o amor for tudo o que restar, então aí teremos tudo".